Twitter | Atendimento: 14h às 22h |
(61) 9 8220-8328

Notícias da semana – sem agenda em Brasília até Sexta

Posted in Geral, Recados
on maio 23, 2017

Príncipes queridos, saudades de postar aqui nossos encontros, mas estou em uma rotina tão corridinha que infelizmente não tem dado tempo….

Estou até amanhã com agenda fechada, com um príncipe encantado do meu Goiás. Quarta retorno a Brasília e já não tenho horários livres….

Quinta e sexta estarei atendendo das 14:00 às 20:00 (horários reduzidos pois tenho compromissos a noite)

Após o dia 01/06 o site terá outro formato e estou ansiosa para saber a opinião de vocês, afinal faço ele com todo o carinho pensado nos Príncipe e Princesas que me acompanham por aqui…..

Muitos beijinhos, Dani

Notícias

Posted in Geral, Recados
on maio 19, 2017

Olá Príncipes, peço desculpas aos clientes e leitores do blog pela minha ausência, tenho estado tão envolvida com alguns projetos que infelizmente não tenho conseguido postar nada aqui, me desculpem.

Há! Esclarecendo um dúvida, não parei ou estou parando de atender, não o farei até o final de 2018 , talvez após esta data sim eu possa cogitar a ideia de me aposentar rsrsr entretanto estou alterando meu modo de exposição e atendimentos (não usarei fotos com rosto, em sites).

Mudarei meu cache no próximo mês também, última alteração do ano e colocarei um ensaio exclusivo só para vocês, aqui na página de books…

Sou muito muito grata mesmo por tudo de bom que vem acontecendo na minha vida e devo muito disso a preferência de vocês ao me escolherem, obrigada sempre!!!..

“Energias boas atraem vibrações boas, o universo conspira a favor de quem não conspiram contra ninguém”

Beijos, Dani

Novidades: amiguinha

Posted in Geral, Recados
on abril 26, 2017

Novidades: amiguinha

 

Amiguinha nova pintando em Bsb, aguardem! Essa é uma das surpresas para nosso segundo semestre….. festinhas, festinhas e muitas festinhas!!!! Todos sabem que adoro um sexo a três! 👌😘

Mais informações em breve! Beijos, Dani!

Aviso – Agenda de Maio

Posted in Geral, Recados
on abril 25, 2017

Aviso – Agenda de Maio

 

Príncipes, agenda de Maio

Do dia 01 ao dia 06 estarei em Brasília

Do dia 08 ao dia 13 em São Paulo

Do dia 15 ao dia 20 em Brasília

22 e 23 em um viagem particular com Cliente e retorno a Bsb com agenda dia 25.

Junho e Julho cheio de Novidades 🤞

Beijos! Dani Pierre

Cláudio

Posted in Encontros
on abril 25, 2017

Cláudio

Agendamos pelo Whtas a noite, para noite seguinte, no meu último horário e por duas horas.

Enviei o endereço certinho e pontualmente às 21 ele tocava meu interfone.

Moreno grande e alto, seu sorriso largo me fez sorri também. Adentrou minha sala perguntando se eu era a famosa “Dani”… ri novamente e falei que nem tão famosa assim rsrs…. ele me deu um beijinho no rosto mostrando-se curioso por algo que não sabia bem o que ainda… ofereci algo para bebermos e ele aceitou o Swing só com gelo.

Sentamos na sala e conversamos um pouco, ele analisava cada gesto meu, do cruzar as pernas ao colocar o cabelo atrás da orelha. Fitava meu lábios em movimento e pouco falava. Aí falou que após ler e reler meu blog ele estava admirado pela coerência da imagem que havia se formulado em seu imaginário…. passou seus dedos neste momento por meu braço puxando-me para si e beijando meus lábios….

Perguntou-me quando iria ao Rio e se poderia passar um ou dois dias com ele, ressaltou que já estava ciente dos valores para isso e que não seria este o empecilho. Falei sobre minhas outras atividades aqui em Brasília e que minha ausência da cidade não pode se dar por mais de uma semana, no entanto eu planejo ir aí Rio até o fim das férias de julho… 😊

Após uma conversa instigante e muito gostosa (acho que passaria horas e horas escutando o som da sua voz: máscula e firme, assunto coerente e interessante, sem bajulação ou enganação, sem um endeusamento próprio, uma conversa absolutamente agradável….), ele me pediu que servisse outra dose e, assim que o fiz, apaguei a luz da sala, deixando meu corpo só sobre a luz do abajur. Virei de costas para ele e declinei meu corpo para frente, dançando ao som “Bela Pierce – Free”. Balançava meu bumbum de um lado para o outro. Olhando sobre meus ombros ele gostava do que lhe era exibido, estiquei meus braços para cima, passando assim uma das mãos sobre meu braço, sentia a música ,whisky e minha própria sensualidade, virei e percorri meu corpo com minhas mão, sua e sem pressa…. levantando meu vestido deixando minha lingerie preta a mostra….

Ele olhava com os olhos cerrados, como se eu fosse indefesa sobre seus pensamentos, e no momento era…..

Aproximei, sentei de costas e apoiando minhas mãos em sua pernas, rebolei e rebolei e rebolei, deixando seu membro pulsando dentro de suas roupas rsrs… peguei seu copo, bebi o restante do whisky e peguei sua mão, levei para o quarto andando em sua frente, mostrando-me um pouquinho mais….

Desabotoei botão por botão sem desviar meu olhar do dele, e assim me aproximei beijando seu lábios e descendo em seu peitoral. Ajoelhei e comecei a retirar sua calça, ele segurou minhas mão e sentou-me. Tirou o restante do que lhe cobria e veio colocando o preservativo, assim mesmo sem preliminar, sem pedir, sem barreiras em sua vontade. Pediu lubrificante, peguei na gaveta ao lado da cama e lhe entreguei, umedeceu o látex, subiu na cama como um caçador , puxou-me pela perna para de baixo do seu corpo e penetrou-me. Senti que ele me descobria aos poucos e que me invadia sem reservas, segurou minhas mão sobre minha cabeça e estocava com vigor tudo sua virilidade…. beijou-me mordendo meus lábios, seu tesão era animal e me deixava mais e mais entregue às suas vontades. Parou e me virou de costas, arqueando meus quadris e voltando a estocar todo o seu membro, ritmando meu corpo pela minha cintura… ele flagelava meu bumbum com a outra mão, não se fez de rogado e gozou, deixando o som do seu prazer ecoar por todo o apartamento….

Dani Pierre

A GAROTA

Posted in Encontros, Geral
on abril 19, 2017

Príncipes, este é um texto feito pelo querido “14:30”, um Cliente por que nutro muito apreço e carinho e com quem sempre tenho encontros únicos….

 

Uma morena translumbrante cruzou o lobby do Hotel Maksoud Plaza em São Paulo.
Dirigiu-se ao bar que possuía um balcão com oito poltronas e pediu ao barman ; Spencer Jr um “Old Fashioned”.
Recebeu um dos oito clássicos da coquetelaria em um copo baixo, ouvindo uma trilha sonora de jazz: Little Wing”.
Antes, acabara de deixar com o manobrista seu FIAT 124 Spider branco.
Seu nome era Dani, abreviativo de Daniella.
Sua altura de 1,78 cm acrescentada ao salto alto, faziam sua presença marcante.
Seus cabelos longos, mechados, emolduravam um sorriso amplo ,cativante, contagiante com lábios carnudos realçados por um batom vermelho forte.
Seios fartos, com um balanço que era impossível de não serem notados, coxas bem torneadas e desenvolvidas em academia, com um bumbum que era a certeza de uma ancestralidade africana, perfeitos a vista e ao toque.
Para passar uma noite com ela, eramR$3.000 mil, às vezes mais dependendo da fama do cliente.
Para atender qualquer chamada que não excedesse duas horas , seu cache era R$1.000 mil .
Sua agenda era lotada, mas não atendia por agencia.
Era garota independente com boa divulgação através de um site de acompanhantes VIP CLASS , e a maioria da sua clientela era composta de já conhecidos , geralmente médicos, engenheiros, executivos e artistas que na maioria das vezes lhe traziam ”mimos”.
Ela sempre agradecia através do seu blog semanalmente atualizado onde ela relatava seus encontros.
Não era uma “Bruna Surfistinha”, mas era um blog muito requisitado e onde também deixavam elogios.
Todos os olhares, independente de sexo, estavam dirigidos a ela.
Virando graciosamente a cabeça , movimento no qual seus longos pingentes dourado balançaram , falou:
– Spencer,por favor, faça o melhor Dry Martini do mundo!
O barman era seu amigo e quando lhe dava uma indicação, recebia uma generosa gratificação.
Geralmente as convocações eram pontuais, mais ocasionalmente ocorria atraso na chegada do cliente. Pelo qual sempre era regiamente compensada.
Chegara a São Paulo proveniente de Macaé – RJ à dois anos, quando tinha então 22 anos.
Começara trabalhando de caixa num supermercado, quando descobriu que como garota de programa poderia faturar em um encontro , mais que o salario de um mês no emprego atual.
Como era extremamente ambiciosa e inteligente, não pensou duas vezes.
Logo se instalou num flat na região dos jardins.
Não demorou um ano para o seu faturamento mensal equipara-se ao de um bem sucedido executivo.
Gastava porem grande parte do que faturava em roupas de grife, cabelereiros, bolsas e sapatos.
Também na sofisticada decoração do seu flat
A aquisição de um carro de luxo consumia também grande parte do que faturava.
Investia o que sobrava em imóveis e graças aos conselhos de um cliente que era corretor da BOVESPA, conseguia também ganhos expressivos nesse mercado de risco. O que não era novidade para ela que exercia uma atividade de risco.
Pensando no futuro, começou a fazer uma faculdade de direito pela manha, já que seu sonho era ser uma juíza.
Enquanto saboreava o drinque ao som de Sexual healing de Marcin Goye.
“Quando começou a tocar outra musica” Let’s get it on” – ficou divagando, relembrando um cruzeiro de navio que fizera com um cliente ,e ao qual pedira um preço exorbitante , já que necessitaria de faltar mais de uma semana de faculdade .
Mesmo que o cliente tivesse idade para ser seu pai, foi fantástico.
Ficaram hospedados numa cabine máster que permitia uma vista translumbrante do mar do caribe, cujas aguas azul topázio, misturavam-se com o verde esmeralda.
A comida era deliciosa e exótica, quando degustada com vinhos fantásticos que transcendiam o paladar e despertavam outros sentidos.
Assistiam também shows, iam a boate, cassino, iam também as piscinas, onde ela com todo o seu charme desfilava num minúsculo biquíni chamando a atenção de toda a tripulação.
Como ocupavam a cabine máster, tiveram direito a um jantar exclusivo com o capitão, um italiano quarentão, grisalho e de olhar penetrante, que passou um olhar de “código de barras” , por todo seu corpo começando na cabeça e fixando nos seus pés que calçavam uma sandália preta , presa ao tornozelo, com salto fino e alto.
Devia ser um pedólatra já que não conseguia retirar o olhar das suas pernas e pés.
No meio do jantar e no auge de sua excitação, deixou escapar:
“ O Brasil é o país das mulheres mais lindas do mundo.”
Na descida á ilha de San Martin, foi presenteada com um colar de diamantes, da Cartier, que apesar de ser adquirido num paraíso fiscal custou uma pequena fortuna.
As noites na cabine ela demonstrava todas as suas qualidades profissionais, pois a sua maior qualidade era a atenção especial, única e exclusiva que dispensava ao seu cliente.
Durante todo o percurso, mesmo quando estava sozinha, jamais olhou para ninguém, embora fosse seguida por olhares e ate abordagens onde quer que fosse.
Aconteceu o que mais temia.
O cliente apaixonou-se e lhe fez propostas quase irrecusáveis de exclusividade e promessas de num futuro bem próximo separar-se e casar com ela.
Só tinha que esperar o casamento da filha caçula que ocorreria daí a 6 meses.
Teve que esforçar-se ao máximo para recusar sem magoá-lo.
Não era esse seu objetivo de vida e prezava demais sua liberdade e o mais importante não amava quem lhe tinha prometido o mundo para que ela ficasse ao seu lado.
Notou também um comportamento ciumento e possessivo, e ela ansiou pelo termino do passeio, já que sua única intenção era desfrutar dos momentos com o cliente e jamais de deixa-lo apaixonado.
Sabia, entretanto por experiências previas que vários clientes tinham feito promessas de acabar com lares, formado a décadas , que a maior razão de tantos apaixonados não era exclusivamente por seus atributos físicos , mas sim pela atenção , carinho e dedicação exclusiva a todos os seus encontros.
Quando acontecia de algum deles apaixonar-se , procurava com toda a descrição possível, de não mais continuar com os encontros.
Uma vez aconteceu o contrario, de apaixonar-se por um cliente, algo que ela jurava que nunca iria acontecer.
Seu nome Renato, um gênio no mercado financeiro, que a ajudou a ganhar somas fantásticas no arriscado mercado de ações.
No começo ela resolveu apenas aplicar pequenas quantias que foram, aumentando a medida que o retorno também.
O que ela mais apreciava nos homens era a inteligência e este jovem corretor tinha o QI de 160, portanto um gênio mensurado.
Quanto ao aspecto físico não era o tipo padrão do BBB.
Mas ela achava fascinante quando conversavam após uma agitada e prazerosa noite de sexo.
Ela sempre se achou com inteligência acima da média, mas ele era diferente.
Era destemido, determinado e vivia traçando metas.
Passou com ele uma semana na pousada TXAI na Bahia, e foi a melhor de sua vida.
Foi a sensação da pousada. Quando de biquíni, desfilava pela piscina, como sempre , jamais correspondia aos olhares de volúpia que lhe lançavam, era como se estivessem apenas os dois naquele paraíso a beira mar.
Voltou apaixonada, e o que é pior não correspondida, pois o coração de Renato, já pertencia a uma menina que fora sua vizinha em um bairro da zona norte do Rio de Janeiro.
E ele era muito ambicioso para relacionar-se com uma GP com fins sentimentais.
Sofreu, mas superou e decidiu que jamais aconteceria novamente.
O cliente chegou com2 horas de atraso quando já eram 11 hrs. Estava tão eufórico, pois tinha fechado um excelente negócio. Foram jantar no Fasano.
La beberam, ele mais, quando chegaram ao hotel , ele desabou na cama.
Não era a primeira vez que isso acontecia.
Para ela era indiferente, pois era paga do mesmo jeito.
Foi embora de manhã, antes porem trocou a roupa. O vestido preto justíssimo deu lugar a uma calça jeans, e uma blusa básica com uma sapatilha baixinha.
Sem maquiagem, apenas um leve batom incolor foi direto para a faculdade.
No seu lugar de estudo nunca se vestia de maneira extravagante.
Começou a escrever mais assiduamente no seu Blog , relatando suas experiências e gostos.
A seguir seguem alguns relatos pessoais:
– sou realmente apaixonada por transar, por dar e receber prazer, por poder proporcionar sentimentos gostosos e outras pessoas e ver os outros se descobrindo e se permitindo ter prazer. Isto me faz querer melhorar sempre meus encontros com os clientes.
Sou muito bem tratada por homens que vem me procurar, uns pelo sexo, outros pelo fetiche e que preenchem minha vida com muito carinho e oportunidades únicas.
Era realizado no que fazia e este era o motivo porque fazia bem.
É logico que os seus atributos físicos eram imprescindíveis para a sua atividade e pelo motivo de ser tão procurada.
Mas sua simpatia, sal atenção no atendimento faziam cada cliente se sentir único e manter uma fidelidade a ela, que tinha uma clientela cativa.
Muitos convites pra viagens nos finais de semana faziam sua vida ser glamorosa e nem um pouco tediosa.
Às vezes ficava sem tempo para escrever no seu blog, mas sentia que era um diferencial seu e que os seus clientes gostavam de ler o que ela escrevia, e muito bem, a respeito dos seus encontros.

Mais relatos do Blog

– Hoje atendi um cliente que estava tentando entrar em contato há muito tempo. Muito educado ao telefone.
Chegando a meu apartamento, abro a porta e me deparo com um homem de barba bem feita e de ótima aparência
Deu-me um beijo tão doce e me fez sentir ser a mulher mais especial do mundo.
Conversamos um pouco, tomamos um vinho e tudo começou a ficar mais quente. Começamos a nos beijar, enquanto sua mão passava por todo meu corpo.
Muito tesão , pegação, gozadas maravilhosas.
O aguardo para outro momento gostoso.
Atendo vários clientes, que possuem diversos fetiches peculiares.
Hoje atendi um cliente que tem um fetiche que gosto muito de realizar, que é bem peculiar e eu acho um tesão:
Pede-me para colocar uma calcinha sexy e desfilar sensualmente para ele.
Acaricia minhas pernas e bumbum com muito tesão e mãos firmes.
Sentada em seu colo começo a contar historinhas das situações mais distintas possíveis, porem vez ou outra ele inicia o conto e eu prossigo dando detalhes.
Seu fetiche é contar uma história bem safada e perversa, enquanto me penetra.
Ele sempre pede para eu contar uma historinha enquanto transamos, algo com meu chefe, com o motorista, ou transando em locais impróprios.
Fora um fetiche que acho bem particular que não vou contar hoje, mas acho um tesão.
Adoro recebê-lo, e estar em sua companhia,.
E um homem gostoso e tarado que me da um prazer diferente, suas mãos sabem como tocar uma mulher ,qualquer que seja .
E eu fico bem acesa quando ele começa a me apalpar toda.
Existem homens que tem cheiro, mãos e voz de homens.
É um tesão passar alguns momentos com ele, o adoro e isso se traduz em gemidos gostosos e orgasmos intensos.
Atendo também casais e é uma experiência maravilhosa.
Apesar da maioria dos atendimentos ocorrerem no seu apartamento , quando solicitada, ia a hotéis, motéis, mas nunca em apartamento ou casa de cliente.
Não achava seguro.
Gostava muito de fins de semana em resorts ou pousadas a beira mar.
Fazia excepcionalmente bem o papel de namoradinha.
Convites não faltavam, mas não aceitava todos.
Não se descuidava do seu curso de direito, mas dificilmente teria retorno financeiro igual ao atual.
Mas sabia que isto não duraria para sempre.
A beleza é fugaz e os anos passam rápido.
Tinha que cuidar do seu futuro.

BLOG:

– Tenho um cliente que vêm pontualmente as 18 h toda sexta feira.
É um homem despojado e bem cheiroso, gosto do gosto da sua pele na verdade.
Entrou, tomou uma dose de Bourbon e pediu que eu me mostrasse para ele vestindo uma calcinha fio dental.
Parei de costas para ele admirar meu bumbum.
Mandou-me virar e veio lambendo minha virilha, apertando meu bumbum com bastante força, sentia sua respiração pela calcinha…. Um tesão.
Foi uma das melhores preliminares que já senti. Na cama, começou uma historinha a qual dei continuidade uma das mais perversas e perturbadoras que já contei, me fez usar todas as formas de pornografia que minha mente é capaz de produzir, usando o corpo de uma mulher de todas as maneiras possíveis.
Sussurro em seu ouvido , um enredo de promiscuidade, entre uma senhora bem distinta e três jovens forçando-a a praticar uma série de obscenidades.
Acho um tesão este tipo de transa, falada, cheia de fetiches.
Ouço sua respiração aumentar e diminuir quando sinto seu gozo profundo e satisfeito.
– Massagem gostosa e relaxante:
Tocou a companhia, era um senhor que havia agendado três horas num domingo. Chegou com varias bebidinhas que adoro : Corona, Stella , Old Par , para podermos passar nosso tempo juntos.
Pediu-me uma massagem, pois estava cansado ,havia tido uma semana corrida .
Fiz uma massagem bem relaxante, com óleo de canela.
Ele pediu para que eu o deixasse fazer em mim, então deitei e recebi uma massagem gostosa e bem safadinha.
Apertava minhas coxas, meu bumbum e me deixou tão excitada que o conduzi para meu quarto.
E assim namoramos e não demorou muito explodimos em êxtase.
Falou-me do seu trabalho e da sua rotina corrida.
Depois mandou uma mensagem:
“ Linda, foi simplesmente maravilhosa a noite hoje com você. Inesquecível a sua companhia, seu sorriso, seu corpo lindo e a sua simpatia.
Um grande beijo, linda!”
– O Jovem:
Atendi um rapaz, que depois de um beijinho, veio me perguntando que provavelmente estava feliz em recebê-lo, um homem jovem e não um velhinho. (eu adoro cabelos grisalhos! Tenho tara por tios e homens de meia idade!)
Sorri e falei que gosto muito do que faço, principalmente por não ter que julgar ninguém, por simplesmente poder abrir a porta e me deparar com homens e mulheres de todas as aparências e personalidades.
Dito isso, deixei claro, que gosto de pessoas e de suas particularidades físicas , que sejam bem resolvidas e felizes com suas formas e eu adoro formas humanas.
Dani recebeu uma chamada através do barman do Maksoud que havia um cliente hospedado na suíte presidencial, que requisitara seus serviços.
Desta vez nem parou no bar Frank, subindo direto pelo elevador.
Tinha sido avisada que se tratava de um político, um Senador da Republica, que já havia ocupado um cargo ainda mais importante.
Não foi surpresa, portanto, quando a porta foi aberta e um senhor de aspecto distinto, muito educado e polido, pedindo para ela entrar.
Vestido de maneira sóbria e de aspecto refinado indicou um sofá para que ela se sentasse.
Perguntou o que ela queria beber.
Ela disse que o acompanharia no que ele estivesse bebendo.
Então ele serviu um whisky LOGAN , seu preferido , em um copo baixo com 4 pedras de gelo.
Ao contrario de muitos clientes, ele olhava para ela diretamente nos olhos, enquanto falava de diversos assuntos, nenhum deles relacionado com sexo.
Parecia não ter pressa, nem nenhum desejo premente. Talvez pelo fato que havia dito que passaria a noite com ela e acertado o preço com o barman seu conhecido.
Comunicou que havia solicitado um jantar de um dos melhores restaurantes de São Paulo, porque não poderia ser visto jantando acompanhado, por razões óbvias.
Perguntou o que ela achava dele pessoalmente e sentiu-se lisonjeado com a resposta, esboçando um leve sorriso.
Disse que estava sofrendo muita pressão no senado para a votação de uma questão vital que poderia causar a queda da Presidente em exercício.
Após o jantar, que estava magnífico, assim como o vinho tinto Romanee Conti , que degustaram.
Ele ascendeu um charuto cubano e ficou fumando e perguntando sobre a vida dela.
Ela contou detalhes já que ele parecia querer saber tudo.
Nunca tinha tido um encontro tão estranho, mas ele era um homem super educado e bem articulado.
Foi quando ele falou:
“ Tire o vestido , fique só de calcinha e me sirva um licor do bar .”
Ela obedeceu silenciosamente.
“Ligue a televisão e faça um café expresso na maquina.
Agora se sente na poltrona em frente.
“Abra as pernas.”
Ele não olhava para a televisão.
Após um tempo outro comando;
“ Venha cá”
Ela levantou-se e parou de frente, bem próximo a ele.
“Vire de costas”
Ela obedecia mecanicamente, curiosa para saber como aquilo tudo iria acabar.
Pela primeira vez ele tocou nela, primeiro acariciando, depois apertando com força o seu bumbum e finalmente esfregando a cara.
Depois secamente ordenou:
“ Me espere deitada na cama!”
Ela foi, deitou e ficou na duvida se deveria tirar a calcinha ou não.
Resolveu não tirar.
Após cerca de meia hora, ele apareceu já de pijama de cetim e comunicou:
“ nos vamos dormir juntos, mas o Maximo que ira acontecer será eu acariciar o seu corpo.
No horário combinado você pode ir embora.
Seu cachê já esta dentro de sua bolsa.
Quero lhe dizer que você é uma mulher maravilhosa, lindíssima com um corpo escultural do jeito que eu gosto.
Uma vez por mês me hospedo nesse hotel e gostaria de encontrá-la novamente.
Boa noite.”
As 6 hs da manha ela levantou-se sorrateiramente , arrumou-se e foi embora , ainda intrigada com o comportamento do seu novo cliente, mas considerando-o um homem fino e extremamente educado.
Como já tinha visto muitos comportamentos bizarros na sua atividade não o considerou tão estranho no final das contas.
A sua generosidade compensava qualquer comportamento não usual.
Era impressionante como a crise pela qual o país estava passando, não afetava em nada o seu ramo de atividade.
Eventualmente freqüentava o Café Photo, uma casa noturna, para se distrair, dançar, assistir shows ao vivo, oferecendo entretenimento de alto nível em um ambiente sofisticado, com ótima gastronomia.
Era muito paquerada e geralmente saía de lá para um hotel 5 estrelas ,nos quais seus clientes estavam hospedados.
Enquanto dirigia-se rumo ao hotel do executivo, ela pensava na aventura que estava prestes a acontecer e em tudo que faria para satisfazer aquele homem, pois o preço era alto e ele merecia o melhor.
Já no elevador afrouxando o zíper do vestido, ela pensava, como será o encontro com o cliente, teria alguma tara ou desejo especial?
Mas sabia que não há nada “anormal” , quando os dois desejam e sentem prazer.
Entraram no quarto e ele pediu para ela tirar a roupa lentamente.
O momento havia chegado e a noite para os dois estava apenas começando….

BLOG

– Casal empolgação
Ela agendou um horário para a noite; era um presente para o marido.
Mas queria me conhecer antes.
Aguardei a moça com um vestido bem comportado dos que costumo usar quando vou jantar fora.
Elogiou minha maquiagem leve e falou que eu ate parecia “normal”.
Costumo tratar muito bem as pessoas, faço faculdade – mais normal impossível.
Ai ela me falou da sua duvida;
“Ah eu não estou tão em forma e você é toda gostosa, ele não vai me dar atenção.”
Tentei tranqüilizá-la.
– “ No nosso encontro eu estarei La para ser “ brinquedinho” de ambos , não para substituir alguém”.
Cada um é bonito a sua maneira, seja feliz e fique confortável com sua forma física. Seu companheiro não faz comparações. Isto é mais coisa de mulher mesmo.
Cheguei ao hotel um pouquinho atrasada e eles já haviam começado a brincadeirinha.
Ela abriu a porta só de calcinha e ele peladão , entrei e ele ficou me olhando, acho que analisando meu corpinho.
Fui lavar as mãos e voltei para o quarto só de lingerie.
Ela apagou quase todas as luzes, acho que para ficar mais a vontade.
Fiquei duas horas com eles, brincamos muito, foi super divertido, nada sexualmente extraordinário, porem muito divertido, uma noite agradável.
Dani acordou espreguiçando-se na cama, pensando que no próximo ano acabaria a faculdade.
Teria que estudar bastante, passar na OAB e dedicar-se muito, se realmente queria um dia realizar o seu sonho de ser Juíza.
Ate lá continuaria com a sua vida nada tediosa, pelo contrario, com novidades todos os dias.
Sendo elogiada, “ presenteada com mimos” dos seus clientes, sempre amáveis, apenas alguns de comportamento mais bizarros, os quais ela logo descartava.
Já estava financeiramente segura, podendo viver só de rendas dos vários imóveis adquiridos.
A vida estava a sua frente e ela com certeza saberia que caminho seguir……

Agradeço ao meu lindo 14:30 pelo texto, você é especial, obrigada por todo seu toque de carinho e paixão…. muitos beijos carinhoso…. Dani Pierre